Qual plano de hospedagem devo escolher?

É inquestionável que hoje se faz necessária a presença de qualquer negócio na internet. Ao menos para os empresários que desejam prosperar.

Contudo, a falta de orientações é algo que tem prejudicado a muitos empreendedores, que se encontram “estacionados” em cenários que poderiam propiciar maior crescimento.

Muitos não querem ter um site na internet e ignoram um “universo” de 4 bilhões de usuários conectados e ávidos por conhecer novos sites de informação, produtos e serviços na rede.

Uma fatia que não pode ser ignorada, não é?

A tendência daqui 10 anos é que todos estejam na internet, tal qual antigamente era quase “obrigatória” a presença do seu negócio nas listas amarelas. Não lembra das listas amarelas? Não é do seu tempo? Então, deixa pra lá…

O fato é, se alguém digitar o seu nome no Google e não surgir nada a respeito, muito provavelmente o seu negócio será ignorado e um outro lucrará no seu lugar.

Para tanto, antes de ter um site, é necessário pensar qual será o seu tamanho tanto em conteúdo como em acessos desta plataforma. Para qual público ele estará voltado? Quantas pessoas você acredita que o acessarão ao mesmo tempo?

Essas informações são importantes, porque é em função delas que você escolherá a hospedagem do seu site.

Tipos de hospedagem

A hospedagem será a responsável por fazer com que o servidor te ofereça a melhor qualidade possível na rede, tal qual velocidade, acesso fácil e outros recursos. Estes servidores podem ser compartilhados ou dedicados e ainda, servidores cloud, uma tendência que tem crescido nos últimos anos.

Os servidores dedicados, são aqueles cuja hospedagem do site exige muito espaço, muita velocidade, memória e muitos recursos só para uma plataforma.

É o caso de redes de negócios e grandes plataformas de informação e entretenimento, que recebem milhões de acessos simultaneamente. Um site de notícias nacional, por exemplo.

Os servidores compartilhados, por sua vez são aqueles que abrigam milhares de sites. Cada assinante tem um pacote de hospedagem apropriado para o seu negócio. Essa hospedagem terá um limite de recursos, espaço, memória e velocidade, de forma que todos os sites hospedados nestes servidores sejam atendidos de forma igualitária.

Os servidores compartilhados são uma excelente oportunidade de investimentos a sites de empresas de pequeno e grande porte, que não necessitem de muitos recursos na rede. Com os servidores compartilhados, o site oferece a mesma qualidade de um servidor dedicado, mas com um preço muito mais em conta.

Contudo, há os negócios que necessitam de grandes plataformas e não podem fazer uso dos servidores dedicados, por conta do custo que o investimento exige. Instalações, estruturas, gastos com energia e outras despesas estão fora de cogitação. Mas o que fazer nestas situações? A saída é investir em servidores cloud (nuvem).

Hospedagem Cloud

Os servidores Cloud são servidores virtuais, preparados para armazenagem na própria internet. Para que você entende melhor como funciona um servidor Cloud, imaginemos o seu e-mail.

A sua caixa de e-mail é como um servidor cloud. Tudo que você recebe e mantém guardado ali, está armazenado rede e, portanto, na Nuvem. O Google Drive é um bom exemplo de servidor Cloud, no qual você pode armazenar até 15 gigas de arquivo na nuvem.

O Cloud é voltado para empresas em expansão que não podem fazer grandes investimentos e precisam de espaço e recursos gigantescos. Um investimento que vale a pena, diante do lucro que pode proporcionar.